vistos para os EUA

A temporada de vistos H-1B está terminando. Não perca sua chance!

O visto H-1B confere uma autorização de trabalho com validade inicial de três anos, com opção de extensão por um período adicional de três anos. Este visto é solicitado por uma empresa americana em nome de um profissional estrangeiro, que é o beneficiário da petição. Como não há exigência de experiência profissional prévia somente de um diploma de bacharelado, o H-1B é uma boa opção para recém-formados que estão nos EUA com OPT, ou mesmo para profissionais estrangeiros funcionários de empresas com operações nos EUA.  A temporada de H-1B consiste no período durante o qual empresas inscrevem seus pretendidos profissionais para participar de uma loteria. Essa loteria seleciona de modo aleatório um número específico de profissionais registrados, concedendo-lhes o direito de ter seus casos processados pelas autoridades imigratórias americanas. A cada janeiro, o US Citizenship and Immigration Services (USCIS) divulga as datas para os processos de registro na loteria de H-1B, com o registro geralmente sendo aberto no início de março. Enquanto aguardam o anúncio do USCIS detalhando o limite deste ano de 2024, os empregadores devem revisar o status de imigração de seus funcionários estrangeiros atuais e potenciais, identificando quaisquer indivíduos para os quais o status H-1B possa ser benéfico. A Drummond é especializada há mais de 10 anos em vistos e green cards de trabalho. Para o visto H-1B, oferecemos suporte desde o momento do registro para participação na loteria, passando pela montagem de todo processo imigratório, em caso de seleção pela loteria, até o momento da emissão do visto no passaporte do beneficiário. Para saber mais sobre esta modalidade de visto, ou em caso de precisar de assistência para aplicar para visto H-1B, por favor clique aqui. Escrito por Victor Braga, Associado da Drummond Advisors Vamos conversar ? Notícias relacionadas

A temporada de vistos H-1B está terminando. Não perca sua chance! Read More »

Programa oferece a empreendedores estrangeiros a oportunidade de trabalhar nos Estados Unidos para desenvolver uma startup

O programa “International Entrepreneur Parole” (Permissão Condicional Para Empreendedores Internacionais), relançado em maio de 2021, oferece a empreendedores estrangeiros (fundadores/C-Suite) a oportunidade de trabalhar nos Estados Unidos para desenvolver uma startup promissora com potencial significativo para rápido crescimento de negócios e criação de empregos. O programa “International Entrepreneur Parole” é especificamente direcionado para empreendedores de tecnologia em estágio inicial como uma alternativa para se qualificar imediatamente para categorias de vistos baseadas em emprego com base em realizações pessoais ou investimentos que não considerem a dinâmica de uma startup em seus estágios iniciais. Os empreendedores que se candidatam ao programa “International Entrepreneur Parole” devem demonstrar que: No momento do julgamento e concessão inicial eles possuem pelo menos 10% de propriedade em uma startup nos EUA criada nos últimos cinco anos; Eles têm um papel central e ativo nas operações de tal forma que seus conhecimentos, habilidades e experiência ajudariam a startup a crescer nos EUA; A startup fornecerá um benefício público significativo para os Estados Unidos com base em seu papel como empreendedor da startup, mostrando qualquer um: Investimento de capital significativo (atualmente em pelo menos US$ 264.147) de investidores americanos “qualificados” com históricos estabelecidos (por exemplo, fundos de capital de risco, investidores anjo ou aceleradores de startups); Subsídios governamentais significativos (atualmente pelo menos US$ 105.659) de entidades governamentais federais, estaduais ou locais dos EUA com expertise em desenvolvimento econômico, pesquisa e desenvolvimento ou criação de empregos; OU Evidências adicionais confiáveis e convincentes de que o empreendedor forneceria benefícios públicos significativos para os EUA e criaria empregos (por exemplo, a formação acadêmica e a experiência do candidato desenvolvendo empreendimentos bem-sucedidos, patentes para tecnologia promissora e/ou pesquisa de ponta em áreas de benefício nacional, o desempenho e o impacto da entidade iniciante etc.) O empreendedor pode estar no exterior e garantir financiamento enquanto desempenha um papel central e ativo nas operações. Um total de até três (3) empreendedores da mesma startup podem receber separadamente essa concessão. O processo é para que o empreendedor obtenha aprovação dos Serviços de Cidadania e Imigração dos EUA (USCIS) nos Estados Unidos antes de ser emitida autorização de entrada por um Consulado ou Embaixada dos EUA em seu país de origem.    O empreendedor pode ficar nos EUA sob o programa de “International Entrepreneur Parole” por um período inicial de 30 meses (2,5 anos). O empreendedor pode estar acompanhado de seu cônjuge e filhos menores de 21 anos, podendo ser prorrogado por mais 30 meses por uma totalidade de 60 meses (5 anos) se determinadas condições forem atendidas, incluindo (1) que o empreendedor mantenha pelo menos 5% de participação acionária e continue desempenhando um papel central no negócio; e (2) que a startup tenha: (a) criado pelo menos cinco empregos qualificados durante o período inicial do programa;(b) Recebeu investimentos qualificados significativos, subvenções governamentais e prêmios (atualmente pelo menos US$ 528.293) durante o período inicial do programa “International Entrepreneur Parole”; ou(c) gerar receita significativa nos EUA (atualmente pelo menos US $ 528.293) com um crescimento médio de 20% ao ano durante o período inicial do programa “International Entrepreneur Parole”. Durante o período do programa, os empreendedores também podem buscar opções permanentes de imigração. Escrito por Chris Costa, Associado Sênior da Drummond Advisors, e Heitor Vitor, Paralegal da Drummond Advisors Compartilhar Compartilhar no facebook Compartilhar no linkedin Compartilhar no whatsapp Compartilhar no email Vamos conversar ? Notícias relacionadas

Programa oferece a empreendedores estrangeiros a oportunidade de trabalhar nos Estados Unidos para desenvolver uma startup Read More »

A temporada de vistos H-1B começou!

O H-1B é um visto não-imigrante dedicado a profissionais especializados que serão contratados por empregadores Norte-Americanos para trabalho local. O visto H-1B requer uma oferta de emprego de um empregador dos EUA. O US Citizenship and Immigration Services (USCIS) informou que o período de registro inicial para H-1B referente ao ano fiscal 2023 começará ao meio-dia (Fuso Eastern) de 1º de março e terminará ao meio-dia de 18 de março de 2022. Durante esse período, os peticionários em potencial e seus representantes poderão preencher e enviar seus registros usando o sistema online de registro H-1B. Os candidatos aprovados serão selecionados aleatoriamente e notificados on-line até 31 de março. O Congresso estabeleceu o atual limite anual regular para a categoria H-1B em 65.000 vistos. A isenção de grau avançado é uma isenção do limite H-1B para beneficiários que obtiveram um grau de mestrado ou superior nos EUA e está disponível até que o número de beneficiários isentos nessa base ultrapasse 20.000. Os números de confirmação serão emitidos para cada inscrição enviada. Os peticionários em potencial para o visto H-1B ou seus representantes são obrigados a usar uma conta online (myUSCIS Account) para registrar cada beneficiário eletronicamente para o processo de seleção e pagar a taxa de registro de US$10 para cada registro enviado em nome de cada beneficiário. Para saber mais sobre o Visto H-1B, ou em caso de precisar de assistência para aplicar para visto H-1B, por favor clique aqui. Escrito por Fabiana Guerra (Legal Director) e Matheus Etrusco (Paralegal). Compartilhar Compartilhar no facebook Compartilhar no linkedin Compartilhar no whatsapp Compartilhar no email Vamos conversar ? Notícias relacionadas

A temporada de vistos H-1B começou! Read More »

More e trabalhe nos EUA: tipos de visto e dicas exclusivas

Para marcar o lançamento do Go Global: Guia de Vistos, produzido pela Drummond Advisors, nossa equipe de especialistas promoveu o webinar “More e Trabalhe nos EUA: tipos de visto e dicas exclusivas”. O evento contou com a participação de Louanni Cesario, advogada sênior de Business Immigration, Fabiana Guerra, nossa Diretora Jurídica, e Pedro Drummond, sócio da Drummond Advisors, os autores do material exclusivo. Confira a seguir os principais tópicos que foram discutidos durante o webinar e não deixe de fazer o download do seu Go Global: Guia de Vistos (clique aqui). Veja o webinar na íntegra em nosso canal no YouTube Órgãos que compõe o sistema imigratório americano Um dos primeiros pontos abordados pelos painelistas foi a importância de conhecer os órgãos que fazem parte do sistema imigratório americano. Por exemplo, quando uma empresa contrata ou faz uma proposta para alguém que é qualificado para um visto de trabalho, além de passar pelo US Citizenship and Immigration Services (USCIS), órgão governamental dos EUA responsável por questões de imigração, em alguns casos o pedido de visto também precisa ser submetido à aprovação do Department of Labor, um departamento do governo norte-americano que é responsável pelas questões trabalhistas. Após a aprovação do visto pelo USCIS, o consulado do país em que o aplicante reside deverá validar o pedido. A permissão de entrada recebe ainda uma nova validação quando a pessoa entra nos Estados Unidos e passa pela imigração: no aeroporto o documento é inspecionado pelo CBP (Custom and Border Protection) Officer. Diferenças entre Family Immigration e Business Immigration Family Immigration é todo pedido de reconhecimento de vínculo com um green card holder ou com um cidadão americano. Já o Business Immigration envolve todas as petições que não provém de relação familiar. São todas as permissões de entrada (visto temporário ou green card) relacionadas a trabalho. Conceito de residência fiscal americana Outro tema abordado foi a residência fiscal nos EUA. Quem é residente fiscal americano é obrigado a declarar imposto de renda nos Estados Unidos e pagar os tributos de acordo com a legislação americana. Segundo o Guia de Vistos, um estrangeiro pode ser considerado residente fiscal nos EUA quando:  1. For residente permanente (portador de green card); ou 2. Possuir visto não-imigrante e estiver presente em solo americano por um período que ultrapasse 183 dias, contados da seguinte maneira: a. Todos os dias em que esteve presente no ano corrente, sendo pelo menos 31 dias de presença; mais b.1/3 dos dias em que esteve presente no ano anterior ao corrente; mais c. 1/6 dos dias em que esteve presente no segundo ano anterior ao ano corrente. Qual o processo de escolha do visto? Os especialistas destacaram que o primeiro ponto que deve ser identificado é a intenção da pessoa dentro dos Estados Unidos, quais são seus planos no país, a partir daí é possível definir qual visto se enquadra melhor nas necessidades do aplicante. A gama de possibilidades é grande, por isso que é importante lembrar que cada caso é um caso. Existe visto específico para trainees, como é o caso do H-3, visto para profissionais especializados em alguma função específica e complexa, em conjunto com formação acadêmica profissional , que é o H-1B. Há também uma permissão específica para transferência de executivos com conhecimento especializado do seu país de origem para uma empresa dos Estados Unidos, que é o caso do L-1. Já os estudantes acadêmicos se encaixam nas permissões de entrada da categoria F. No guia desenvolvido pela Drummond é possível encontrar informações detalhadas sobre esses e outros tipos de vistos e green cards. Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco pelo e-mail info@drummondadvisors.com. Compartilhar Vamos conversar ?

More e trabalhe nos EUA: tipos de visto e dicas exclusivas Read More »

Green Card e Vistos por investimento: invista e more nos EUA

A Drummond Advisors promoveu o Webinar “Green Card e Vistos por investimento: invista e more nos EUA“ com o objetivo de ajudar quem possui interesse em investir, empreender e morar nos Estados Unidos, mas ainda tem dúvidas sobre o assunto. O evento teve foco no processo e nas estratégias para obter os vistos EB-5, EB-1C e E-2 por meio de investimentos inteligentes e contou com a participação de especialistas da Drummond Advisors e da InvestAmerica. Mila De Olano, Global Development Coordinator – InvestAmerica e Louanni Cesario, Senior Associate – Drummond Advisors Business Immigration Team, foram as painelistas. Pedro Drummond, sócio da Drummond Advisors, foi o moderador do bate-papo. https://youtu.be/Gd6S9cVAnoE Confira o webinar na íntegra em nosso canal do YouTube Veja a seguir os principais pontos que foram abordados durante o painel: Visto E2 O visto E2 é um visto de trabalho temporário, que possibilita que um cidadão de um país com o qual os Estados Unidos mantêm um tratado de comércio e navegação seja admitido nos EUA ao investir uma quantidade substancial de capital em uma empresa americana. Segundo os palestrantes, o fato de o Visto E2 ser consular o torna extremamente vantajoso. Um dos mitos que rondam esse tipo de permissão de entrada é a existência de um valor mínimo de investimento que já está pré-definido, mas não necessariamente é o que acontece na prática. A verdade é que o E2 precisa apenas ter um valor que seja viável e esteja de acordo com o plano de negócio em questão. O E2 pode ser aplicado por um investidor, um executivo, ou até mesmo por um funcionário qualificado que tenha a mesma nacionalidade dos donos da empresa em que irá trabalhar. Embora o Brasil não seja signatário de tratado para visto E-2, brasileiros com dupla cidadania, tais como italiana, alemã, espanhola e outras, podem se valer deste visto. Vale ressaltar que todos os países que possuem consulados americanos costumam processar o E2. Os brasileiros que têm outras nacionalidades que são elegíveis ao E2 devem processar o pedido do visto em seu país de residência. Visto EB-5 Criado pelo governo federal dos Estados Unidos na década de 90, o EB-5 concede ao investidor e aos seus familiares imediatos um “período de residência condicional” inicial de dois anos e, por fim, residência permanente (um Green Card). O objetivo do EB-5 é estimular a economia, sendo assim, quem aplica a esse tipo de Green Card deve, obrigatoriamente, investir em um projeto comercial que tenha como uma das metas gerar, pelo menos, 10 empregos de jornada integral dentro de um período de dois anos. Nesse modelo, o primeiro Green Card é concedido em caráter condicional. Existem duas formas distintas para se candidatar a um EB5: Investimento direto no EB-5 (mínimo de US$ 500.000) ou; Investimento em Centro Regional EB-5 (temporariamente suspenso pelo governo norte-americano). Após o investimento, a aprovação do EB-5 demora, em média, dois anos para brasileiros. EB-1C Para aplicar ao visto EB-1C, a pessoa deve ter mantido um emprego, fora dos Estados Unidos, nos 3 anos anteriores à petição, por pelo menos 1 ano em uma empresa com afiliada no exterior em posição gerencial ou executiva e deve estar procurando ocupar posição gerencial ou executiva em uma empresa afiliada nos EUA. O requerente do visto deve ser uma empresa legalmente estabelecida nos EUA que tenha relação mínima de afiliada com o seu atual empregador. Esse visto é comumente utilizado por empresas multinacionais como continuação do visto L-1A, possibilitando que o gerente ou executivo transferido ocupe posição permanente na empresa americana. Flying Biscuit Criado pela InvestAmerica, o programa Flying Biscuit (www.flyingbiscuit.com) pretende abrir seis novas franquias com a participação de um investidor da modalidade EB-5 em cada uma. A Flying Biscuit foi fundada há 28 anos em Atlanta, Georgia, tendo como especialidade servir café da manhã típico da região sul dos EUA, conhecida como “comfort food”. Saiba mais em: https://investamericap.com/ Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco pelo e-mail info@drummondadvisors.com. Compartilhar Vamos conversar ?

Green Card e Vistos por investimento: invista e more nos EUA Read More »

Conheça o processo para obtenção do visto H1B para 2022

O que é o visto H1B?  O visto H1B é direcionado a profissionais estrangeiros, mais especificamente, voltado para uma mão de obra especializada e não facilmente encontrada nos EUA, ou seja, profissionais graduados e com experiência bastante específica em seu campo de atuação. Para que se enquadre no termo mão de obra especializada, que caracteriza o visto H1B, o profissional deve possuir o treinamento e as aptidões necessárias para aplicar de forma teórica e prática seus conhecimentos ao exercer o cargo ofertado e possuir um bacharelado ou um diploma de grau superior relacionado às atividades a serem desenvolvidas nesse cargo para que, nesse sentido, o Departamento Laboral entenda que esse profissional está apto a exercer as atividades descritas na vaga.   Durante o processo de aplicação do visto, é necessário comprovar que a vaga que se destinará ao estrangeiro foi oferecida à profissionais nos EUA, porém, os candidatos não possuíam as qualificações necessárias para exercer o cargo. Cumpre ressaltar que uma empresa americana deverá patrocinar o pedido de visto perante a USCIS como Sponsor.  A quantidade de vistos H1B disponíveis por ano fiscal é delimitada por um CAP number de 85.000 vistos, sendo que 20.000 vagas são reservadas para pessoas com um diploma de mestrado ou doutorado realizado nos Estados Unidos. Outro dado interessante relacionado ao visto H1B é que o ano fiscal se finda no dia 30 de setembro de cada ano e se inicia no dia 01 de outubro do mesmo ano.  A loteria do H1B antigamente  Anteriormente ao ano de 2020, os empregadores deveriam submeter as petições completas contendo o pedido de H1B no dia 1º de abril. Após o período de submissão das petições, o USCIS, órgão governamental americano responsável pela imigração no país, conduziria a loteria, que também pode ser chamada de sorteio. Em meio a todas as petições submetidas, apenas aquelas sorteadas na loteria seriam aceitas e processadas pelo USCIS. Portanto, nota-se que todo o trabalho preparatório para a submissão do visto deveria ser feito até 1º de abril e corria-se o risco de que a petição não fosse nem mesmo analisada se não fosse sorteada.   A nova loteria de H1B  De acordo com uma decisão publicada em 2019, a loteria do H1B foi completamente modificada. Atualmente, a nova loteria é precedida por um processo de Pré-Registro Eletrônico que deve ser feito por meio de uma conta no servidor do USCIS, órgão americano de imigração. Este Pré-Registro Eletrônico deve ser realizado em um período específico e anterior ao sorteio. Neste caso, todos os aplicantes que desejam participar da loteria deverão estar cadastrados no site e realizar seu pré- registro.   Neste momento será necessário pagar uma taxa que está, atualmente, no valor de US$10,00 por profissional aplicante e fornecer informações da empresa e do Beneficiário. Após a loteria, ocorrida no mês de março, se eventualmente o profissional for selecionado, os empregadores dos registros selecionados irão então apresentar suas petições ao USCIS para processamento junto com as taxas de registro apropriadas e a documentação de apoio dentro de 90 dias ou de acordo com os prazos estabelecidos pelo USCIS. Se a petição for aprovada, o visto H-1B será emitido e a data de início do beneficiário será 1º de outubro do mesmo ano. Além disso, é possível que no segundo semestre, antes do dia 1º de outubro, os profissionais não selecionados anteriormente no sorteio possam ser selecionados para ocupar o lugar daqueles que foram selecionados previamente, mas tiveram a petição negada ou não submeteram seu pedido pelo visto.  O USCIS afirma que o novo sistema de Pré-Registro Eletrônico da loteria H1B reduziria o custo geral para os peticionários e para o próprio USCIS, diminuindo também a carga administrativa do órgão que, no passado, deveria lidar com pacotes físicos de milhares de petições que poderiam não ser selecionadas e nem analisadas. Além disso, cada empresa patrocinadora pode enviar apenas uma inscrição por profissional no momento de Pré-Registro Eletrônico.   Se um único patrocinador enviar mais de um registro para o mesmo beneficiário, todos os registros enviados por essa empresa a este profissional serão considerados inválidos e serão negados. Dessa forma, as chances de fraude são minimizadas.  Por fim, retoma-se que o processo de aplicação para o visto H1B passou a se dar em duas fases, a fase de Pré-Registro Eletrônico e a fase pós sorteio ou loteria. O visto, via de regra, tem validade por no máximo 3 anos, lembrando que essa determinação está sob a discricionariedade do agente imigratório que irá avaliar a petição. Ademais, os familiares daqueles que tem um visto H1B podem acompanhá-los com o status de H4.  Se inscreva no Webinar que trará tudo sobre o visto H1-B:https://webinar.drummondadvisors.com/h-1b-visa-get-ready-for-your-application/ Saiba mais em:Como posso me aplicar para o visto H1B? Saiba tudo sobre o visto H1B Confira mais informações sobre o visto H1B no vídeo a seguir: Compartilhar Vamos conversar ?

Conheça o processo para obtenção do visto H1B para 2022 Read More »

Visto K-1 para Noivo(a)

O visto K-1 é um visto de não imigrante destinado para que o(a) noivo(a) estrangeiro(a) entre nos Estados Unidos e se case com o Peticionário dos EUA no prazo de 90 dias após sua chegada. Esse processo é feito por meio do formulário I-129F, Petição para Noivo(a) Estrangeiro(a), protocolada junto ao Serviço de Cidadania e Imigração dos EUA (USCIS). Para reunir elegibilidade para um visto para noivo(a), o USCIS exige alguns documentos comprobatórios importantes, como: Prova de que o Peticionário é cidadão dos EUA (certidão de nascimento, passaporte dos EUA, certidão de naturalização…); Prova de que o Peticionário e o Beneficiário são legalmente livres para se casarem (prova de divórcio, se for o caso); Uma declaração de intenção de boa fé de se casar assinada pelo Peticionário dos EUA e pelo Beneficiário Estrangeiro; Prova de que o Peticionário e o Beneficiário se conheceram pessoalmente no prazo de 2 anos antes da apresentação da petição (podem ser aplicadas exceções); Assim que o USCIS aprovar a petição I-129F (prazo de cerca de 7 meses), eles transferirão o processo para o Centro Nacional de Vistos (NVC). O NVC é parte central do Ministério das Relações Exteriores dos EUA que reúne e pré-seleciona toda a documentação necessária para a entrevista no Consulado. Nesta fase, o Beneficiário Estrangeiro precisará preencher o formulário DS-160, Solicitação Online de Visto de Não Imigrante, e pagar as taxas do NVC. Após o NVC analisar toda a documentação, e nenhuma outra informação for necessária, a entrevista no Consulado será agendada no país de origem do Estrangeiro em questão. Um documento extra para a entrevista Consular será o Exame Médico, feito por um médico autorizado. Quando o Consulado aprovar o visto K-1, o Beneficiário Estrangeiro terá 90 dias para se casar com o Peticionário após a entrada nos Estados Unidos. Se o casal decidir não se casar, o Estrangeiro em questão não poderá mudar a natureza de seu visto e terá que deixar o país. Depois que o casal se casar, o Beneficiário Estrangeiro poderá ajustar seu visto preenchendo o formulário I-485 junto ao USCIS para se tornar um Residente Permanente Legal (LPR).  Para obter outras informações sobre a fase de ajuste do visto, visite: https://drummondadvisors.com/en/2021/05/18/family-based-immigration-marriage-adjustment-of-status-by-us-citizen-petitioner/ (favor observar que algumas etapas podem ser diferentes). Em caso de qualquer dúvida sobre Petições Familiares, favor não hesitar em me contatar pelo e-mail bsquires@drummondadvisors.com Escrito por Bruna Squires, associada da Drummond Advisors Compartilhar Compartilhar no facebook Compartilhar no linkedin Compartilhar no whatsapp Compartilhar no email Vamos conversar ?

Visto K-1 para Noivo(a) Read More »

Brasil se destaca em solicitações de visto EB2

O número de profissionais qualificados buscando visto especial para os Estados Unidos está aumentando. O visto EB2-NIW é concedido pelo governo americano para indivíduos com grande qualificação ou que possuem habilidades extraordinárias de interesse para o país. Este visto não requer uma oferta de trabalho para ser solicitado. Hoje, o Brasil ocupa a quarta posição no ranking de solicitações para o visto EB2-NIW, atrás apenas de Índia, China e Coreia do Sul. De acordo com o Valor Econômico, a cota anual para a emissão de vistos EB2-NIW é de 140 mil, mas o governo americano anunciou que esse número irá aumentar para 240 mil a partir de outubro. Um dos motivos do aumento de solicitações por visto é a maior flexibilidade do governo Biden com relação à política imigratória, que torna mais fácil a obtenção de vistos por brasileiros. Existem três alternativas para ser elegível ao EB-2, são elas: Ter mestrado ou doutorado; ou Ser bacharel com cinco anos de experiência; ou Preencher três das exigências a seguir: diploma educacional na área, cartas documentando ao menos 10 anos de experiência, licença profissional, comprovação de que recebeu remuneração compatível, filiação a associação profissional e resultados profissionais significativos). Caso opte por não depender de uma oferta de emprego, o profissional terá que pedir a dispensa da vaga de trabalho via National Interest Waiver (NIW), demonstrando que a sua presença nos Estados Unidos será benéfica ao país e que poderá suprir alguma carência e/ou agregar valor ao mercado norte-americano. EB2 para quem possui habilidades extraordinárias “Indivíduo de capacidade excepcional” é aquele que apresente pelo menos três (3) dos seguintes itens: Um diploma ou outro certificado acadêmico no campo relacionado à área de capacidade excepcional do indivíduo; Cartas de empregadores atuais ou antigos evidenciando pelo menos 10 anos de experiência no campo; Uma licença profissional ou certificação no campo; Evidência de que o indivíduo teve um salário alto com base em sua habilidade excepcional; Associação a organizações ou associações profissionais; Reconhecimento de conquistas, prêmios e contribuições significativas para o campo por colegas, entidades governamentais e/ou organizações profissionais ou empresariais. Escrito por Marcos Ferreira, assistente de conteúdo da Drummond Advisors Saiba mais sobre o visto EB-2 em: Green Card EB2 | EB2-NIW Tudo sobre Green Card EB2 | EB2-NIW Leia também: EUA atrai profissionais qualificados, e buscas por green card aumentam Compartilhar Compartilhar no facebook Compartilhar no linkedin Compartilhar no whatsapp Compartilhar no email Vamos conversar ? Notícias relacionadas

Brasil se destaca em solicitações de visto EB2 Read More »

Acúmulo de solicitações de vistos nos Estados Unidos devido ao coronavírus

A pandemia do COVID-19 suspendeu efetivamente a imigração para os EUA, uma vez que os agendamentos para entrevistas consulares são escassos ou inviáveis, fazendo com que as emissões de vistos de imigrante e não imigrante caiam significativamente. Acúmulo de solicitações de vistos para imigrantes e não imigrantes  A suspensão dos serviços rotineiros de visto e as proibições de viagens devido à COVID-19 reduziram a emissão de vistos de imigrantes a um quarto dos níveis anteriores à pandemia. O acúmulo de vistos de imigrantes no National Visa Center (NVC) aumentou 800% durante a pandemia, colocando mais de 481.965 imigrantes na fila de espera para agendar uma entrevista. Em todo o mundo, apenas 22.576 entrevistas para visto de imigrante foram agendadas para maio de 2021. O acúmulo de solicitações de vistos de não imigrante vem sendo igualmente avassalador durante a pandemia: uma média de menos de 126.000 vistos de não imigrante foram emitidos a cada mês, muito menos do que a média de mais de 721.000 vistos de não imigrante que normalmente eram emitidos a cada mês em todo o mundo. Prioridades de vistos   Toda a rede consular está fornecendo serviços de visto de emergência e para atividades essenciais. No entanto, as operações completas serão retomadas aos poucos, com base nos desdobramentos da COVID-19. Os vistos de imigrante têm prioridade sobre os vistos de não imigrante e, geralmente, os pedidos de base familiar têm prioridade sobre os pedidos de emprego. O Departamento de Estado recentemente dividiu as categorias de visto de imigrante em quatro níveis de prioridade: Vistos de adoção, casos envolvendo limite de idade e certos vistos especiais de imigrante para cidadãos afegãos e iraquianos que trabalham para o governo dos EUA; Familiares próximos, noivos e noivas, e vistos para o retorno de residentes; Preferência familiar e vistos especiais de imigrante para determinados funcionários do governo dos EUA no exterior; Todos os outros vistos de imigrante, incluindo petições de visto de emprego e de diversidade. Com relação aos vistos de não imigrante, os candidatos com necessidades urgentes, diplomatas estrangeiros e viajantes envolvidos com atividades essenciais serão priorizados, seguidos por estudantes, intercambistas e alguns candidatos a visto de emprego temporário. O Secretário de Estado impôs uma determinação de interesse nacional em relação às categorias de viajantes elegíveis para exceções nos termos das Proclamações Presidenciais relacionadas à disseminação do COVID-19. Como resultado dessa determinação, os viajantes sujeitos a essas determinações devido à sua presença na China, no Irã, na Índia, no Brasil, na África do Sul, no Espaço Schengen, no Reino Unido e na Irlanda: que buscam fornecer suporte vital ou direção executiva para infraestrutura crítica; aqueles que viajam para fornecer suporte vital ou direção executiva para atividades econômicas significativas nos Estados Unidos; jornalistas; estudantes e alguns acadêmicos participantes de programas de intercâmbio; imigrantes; e noivos agora podem se qualificar para uma Exceção de Interesse Nacional (National Interest Exception – NIE). Esses viajantes qualificados que estão solicitando ou têm vistos válidos ou autorização ESTA podem viajar para os Estados Unidos seguindo os procedimentos, ainda que as Proclamações Presidenciais 9984, 9992, 10143 e 10199 permaneçam em vigor. Para reabrir totalmente os Estados Unidos aos imigrantes, a Associação Americana de Advogados de Imigração (AILA – American Immigration Lawyers Association) sugere que o Governo Biden expanda as opções de dispensa de entrevista e dispensa de visto ou forneça uma alternativa para acelerar a emissão de vistos no exterior. Só então os EUA irão efetivamente mover a fila de vistos, permitindo que as famílias se reúnam, os negócios cresçam e nossa prosperidade compartilhada aumente, ajudando os EUA e o mundo a se reconstruírem no pós-pandemia. Para mais informações, visite o link. Compartilhar Compartilhar no facebook Compartilhar no linkedin Compartilhar no whatsapp Compartilhar no email Vamos conversar ?

Acúmulo de solicitações de vistos nos Estados Unidos devido ao coronavírus Read More »

Estados Unidos permite a entrada de novas categorias de visto

No dia 27 de maio de 2021, a Secretaria de Estado dos EUA ampliou sua lista de National Interest Exception (NIE), permitindo a entrada de mais categorias de estrangeiros. A nova determinação amplia a exceção para estrangeiros com vistos válidos que se qualifiquem para as seguintes atividades: Jornalismo e/ou disseminação de informações relevantes; Estudantes (vide detalhes abaixo); Pessoas qualificadas como imigrantes; Noivos de cidadãos americanos; Profissionais, investidores ou executivos que venham dar suporte ou direcionamento estratégico para projetos de infraestrutura e/ou aqueles que venham dar suporte vital ou direcionamento executivo estratégico para atividade econômica de grande relevância. Com esta ampliação, estrangeiros que se encaixam nestas hipóteses e vindos de países como Brasil, China, Irã, Índia, África do Sul, Reino Unido, Irlanda e outros, se qualificam para uma exceção ficando isentos da necessidade de quarentena de 14 dias, como determinava a Proclamação 9984. Atenção: viajantes dessas categorias, com visto válido, devem entrar em contato com a embaixada ou consulado dos EUA para solicitar o National Interest Exception (NIE). Clique aqui e leia o anúncio oficial da American Immigration Lawyers Association (AILA). A Drummond Advisors continua reunindo esforços para monitorar todas as mudanças relacionadas à imigração e mantê-los informados. Se você possui dúvidas, entre em contato pelo info@drummondadvisors.com Compartilhar Vamos conversar ?

Estados Unidos permite a entrada de novas categorias de visto Read More »

Rolar para cima
Pesquisar