Como começa a jornada de uma startup?

As startups surgem em dois cenários: a partir da ideia do founder ou em decorrência de um novo projeto em uma empresa já existente.  

Fundada em 2015, no Vale do Silício, a Worthix é um ótimo exemplo de startup que surgiu graças a uma ideia de seu fundador. Em 2016, a empresa foi acelerada pelo fundo “500 Startups”. Atualmente atende cerca de 112 clientes e conta com cinco escritórios nas cidades de Atlanta, São Francisco, Toronto, Rio de Janeiro e São Paulo. 

“Analisamos qual era o esforço de lançar do Brasil e qual era o esforço de lançar do Vale do Silício e vimos que está muito mais na nossa cabeça a ideia de que lançar uma empresa fora do Brasil é mais difícil do que realmente é na prática. Você precisa ter um certo capital, investimento para poder apostar nos primeiros passos, mas o esforço na época foi bem parecido. E a diferença é que depois que você começa a conviver com o ecossistema do Vale do Silício você percebe que o mundo vai consumir inovação e tecnologia no Vale do Silício, e que ele é uma plataforma muito mais eficiente, do ponto de vista de criar uma empresa global, do que São Paulo ou Rio de Janeiro. E o fato de termos fundado diretamente no Vale do Silício permitiu que nós tivéssemos uma organização societária mais organizada, que o investidor global espera, e nos permitiu fazer rodadas em um ecossistema muito mais competitivo do ponto de vista de investidor. No Brasil, apesar do ecossistema hoje em dia já estar bem mais desenvolvido, ainda existem poucos grandes investidores”, conta Guilherme Cerqueira, CEO e founder da Worthix,  

Já a Accountfy representa o caso de startup que nasceu dentro de outra empresa que já existia. A fintech foi fundada em julho de 2017, em São Paulo, com o objetivo de auxiliar pequenas e médias empresas a fazer balanços e análises financeiras. Em 2021, recebeu aporte no valor US$ 4,5 milhões, feito pelos fundos Redpoint eventures e HDI, incentivo que propiciou a expansão para os Estados Unidos. 

“Começamos como uma empresa de consultoria e acabamos desenvolvendo um software dentro dessa consultoria, que hoje é a Accountfy. Nunca nos preocupamos com estrutura societária, essas coisas. Quando um fundo apareceu interessado e disse “queremos investir no software e não na consultoria” nós tivemos que tirar a Accountfy da nossa empresa de consultoria porque o interesse do fundo era exclusivamente no software. A nossa ambição naquele momento já era ser uma empresa global. Abrir em Delaware e continuar operando do Brasil. Para nós, foi trabalhoso essa parte do societário, mas foi mais barato do que se tivéssemos deixado para fazer quando a empresa já estivesse maior”, Goldwasser Pereira Neto, CEO e co-founder da Accountfy. 

Conteúdos exclusivos para você se aprofundar no assunto

Nossos clientes

Go Global! Global Startup Canvas

Copyright © 2018 · Drummond Advisors

O conteúdo aqui apresentado é fornecido apenas para fins informativos e não tem a intenção de substituir a obtenção de consultoria contábil, fiscal, jurídica ou financeira de um profissional. A apresentação das informações não se destina a criar uma relação cliente-contador ou cliente-advogado. Recomendamos ao indivíduo que acessa o material não agir de acordo com essas informações sem auxílio direto de um profissional. Informações relativas à tributação nos EUA visualizadas aqui não se destinam a serem utilizadas com a finalidade de evitar sanções sob a legislação americana.

[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]