fbpx

Banco Central discutirá sobre investimento em criptoativos

Posted by on

O Banco Central (BC) pretende discutir nos próximos meses sobre o investimento em criptoativos, tema que vem crescendo cada vez mais no mercado brasileiro.

A Agência Brasil destacou uma fala do diretor de Política Monetária do BC, Bruno Serra, sobre o fluxo acumulado em criptoativos que atingiu cerca de US$ 12 bilhões, e tem crescido quase US$ 800 milhões ao mês. Ele afirmou que “é um fluxo muito relevante, é algo que a gente está olhando aqui, acho que vai ser uma discussão importante nos próximos meses”.

A matéria também informou que o investimento por brasileiros em ações norte-americanas é de cerca de US$ 16 bilhões.

Sobre os investimentos em portfólio por estrangeiros no país, o diretor do BC mencionou que o fluxo está positivo no ano até agosto. A Agência destacou que fatores como o ajuste dos juros básicos e o ciclo de commodities, que favorece empresas brasileiras listadas em bolsa, podem ter contribuído para esse movimento. “O fato é que, pela primeira vez em muitos anos, a gente voltou a ter gringo aqui”, mencionou o diretor.

Como investir em criptomoedas no Brasil?

Existem diversas possibilidades para os brasileiros que desejam investir em criptoativos. É possível investir por meio dos fundos de investimentos ou por aplicações a partir dos ETFs (Exchange Traded Fund), que são fundos negociados diretamente na bolsa de valores, assim como acontece com as ações. Também é possível comprar a moeda virtual, mas esse tipo de transação exige um conhecimento mais aprofundado do mercado, já que o preço das criptomoedas tem grande volatilidade. Contar com a consultoria de profissionais que entendam do mercado na hora de investir é uma boa dica para administrar e mitigar riscos com esse tipo de investimento.

O que é a mineração de uma criptomoeda?

É a verificação das operações que ficam registradas no blockchain. Esse processo é feito em computadores de alto desempenho pois envolvem situações matemáticas complexas que devem ser resolvidas para que haja a validação dos dados verificados, manutenção e a expansão do blockchain. Os ‘mineradores” que conseguem resolver essa equação primeiro ganham criptomoedas como recompensa.


Escrito por Marcos Ferreira, assistente de conteúdo da Drummond Advisors

Leia mais sobre o tema em:

Criptomoedas no Brasil: um guia fiscal para quem deseja investir em dinheiro virtual

Uma nova criptomoeda pode surgir no Brasil. Confira!