fbpx

Companhias brasileiras batem recorde nas bolsas americanas

Posted by on

O ano de 2021 já registra o maior número de IPOs brasileiros nos EUA. As operações envolveram Vtex, Zenziam, Pátria e Vinci. Neste ano, cinco empresas ainda planejam estrear na Nasdaq ou Nyse (bolsa de valores americanas) até dezembro, entre elas podem estar Nubank e Hotmart.

Nos últimos cinco anos, as companhias brasileiras levantaram quase US$ 9 bilhões em IPOs nos Estados Unidos, contabilizando 13 operações. Só neste ano já foi levantado U$ 1,44 bilhão. O maior volume foi registrado em 2018, quando três IPOs atingiram US$ 3,72 bilhões. As informações são do Valor Econômico.

O grande mercado e a visibilidade nos EUA são fatores que despertam os olhares de empresas brasileiras para o investimento nas bolsas americanas. A maior concorrência, comparada ao mercado brasileiro, na bolsa também atrai o interesse dos investidores, que possui mais opções para realizar um investimento.

Outro fator é o desempenho do S&P 500, índice do mercado de ações nos Estados Unidos, que está em grande crescente nos últimos cinco meses. Ou seja, vender ações nas bolsas americanas está muito vantajoso.

De acordo com estatísticas da Economática, dos nove IPOs de empresas da América Latina com desempenho positivo, sete são brasileiras, quantia que mostra a referência do mercado brasileiro na área.

Somente no 1° semestre de 2021 foram abertos o total de 577 IPOs nos EUA, marca histórica no mercado estadunidense. Os dados são do site Stock Analysis.


Escrito por Marcos Ferreira, assistente de conteúdo da Drummond Advisors

Leia mais:

Cenário para startups só melhora e América Latina já possui 23 unicórnios

Medida que incentiva investimento em startups é sancionada