fbpx

Economia brasileira recebe investimento recorde em 2021

Posted by on

Além do crescimento do PIB no primeiro semestre de 2021, outro ponto positivo marcou a economia brasileira, o capital estrangeiro investido no mercado local de ações atingiu o valor de R$ 48 bilhões, sem contar os IPOs (ofertas iniciais de ações) e follow-ons (ofertas secundárias de ações). É a melhor performance histórica do país em um período de seis meses. Os dados são da B3 (Bolsa de Valores do Brasil).

Diversos fatores explicam o interesse estrangeiro em investir no Brasil no atual momento: o aumento do PIB, a retomada de atividades que sofreram impacto devido à pandemia do coronavírus, o avanço da vacinação, a alta das commodities internacionais e o aumento dos juros.

Para se ter noção do tamanho do investimento estrangeiro na bolsa, o recorde anterior em um período de seis meses era de R$ 21,5 bilhões, referente ao primeiro semestre de 2015. Corrigindo o valor de acordo com a inflação, seria equivalente a R$ 31,36 bilhões atualmente.

Pelo terceiro mês consecutivo, a B3 registrou aumento no capital estrangeiro investido no país, em abril foram R$ 7,0 bilhões; em maio, o valor saltou para R$ 12,2 bilhões; e em junho, para R$ 16,6 bilhões.

Se considerarmos as ofertas de ações, que chegam a R$ 17,6 bilhões, o saldo de investimento de capital estrangeiro passa para R$ 65,6 bilhões nos primeiros seis meses do ano.

O Ibovespa fechou com 126.801 pontos no 1° semestre, tendo alta de 6,54% no ciclo. O investimento feito por pessoa física também teve crescimento e destaque, atingindo um saldo positivo de R$ 5,675 bilhões.

A perspectiva é de que a entrada do capital estrangeiro no Brasil continue aumentando, devido a provável sequência do aumento da taxa básica de juros, que deve ser reajustada na próxima reunião do Copom, prevista para os dias 3 e 4 de agosto.


Escrito por Marcos Ferreira, assistente de conteúdo da Drummond Advisors