fbpx

Como fazer uma petição para seus pais via processamento consular

Posted by on

Por Bruna Squires

Se você é um cidadão americano, por nascimento ou naturalização, com 21 anos de idade ou mais, você pode solicitar que seus pais morem nos Estados Unidos e se tornem residentes permanentes legais (portadores de LPR ou Green Card). O processo é bastante simples, mas requer várias etapas.

A primeira etapa é o cidadão americano peticionário submeter o Formulário I-130, Petition for Alien Relative (Petição para Parente Estrangeiro), ao USCIS nos Estados Unidos para o beneficiário estrangeiro no exterior, ou seja, o(s) pai(s). É nessa fase que o peticionário estabelecerá a prova do relacionamento — neste caso, de que ele(a) é de fato filho(a) do(s) pai(s). Também é fundamental observar que é necessário estabelecer uma relação contínua entre o(s) pai(s) e o(a) filho(a), porque o objetivo das petições baseadas em parentesco é o reagrupamento da família.

A seguir estão listados os documentos necessários para estabelecer a relação de pais e filhos:

O peticionário cidadão dos EUA precisará de:

  • prova de cidadania (certidão de nascimento, passaporte, certidão de naturalização);
  • certidão de nascimento;
  • fotos em tamanho e estilo passaporte.

Qualquer documento que não esteja em inglês deverá ser traduzido.

Os pais beneficiários estrangeiros precisarão de:

  • passaporte;
  • certidão de casamento ou divórcio (certidão de óbito, se aplicável);
  • fotos em tamanho e estilo passaporte.

Qualquer documento que não esteja em inglês deverá ser traduzido.

Devido à fila de processos, pode levar de 30 a 29 meses para o USCIS aprovar um I-130. O tempo também varia se o USCIS emitir um RFE (Request for Evidence) solicitando informações adicionais.

Assim que o USCIS aprovar a petição I-130, o caso será transferido para o National Visa Center (NVC). O NVC é uma parte central do Departamento de Estado dos EUA que reúne e pré-seleciona toda a documentação necessária para a entrevista do Consulado. O NVC cria um número de caso e envia um aviso com instruções para o Centro de Aplicação Eletrônica Consular (CEAC).

O CEAC é um centro online onde o beneficiário poderá preencher o DS-260, que é o pedido eletrônico de visto de imigrante, pagar taxas, enviar documentos e verificar a situação do caso. Documentos adicionais necessários são a certidão de antecedentes criminais, o Formulário I-864 (Affidavit of Support, traduzido livremente como Declaração de Apoio) e documentação financeira. Após o pagamento de todas as taxas, é importante imprimir a página de confirmação para levar à entrevista com o Consulado.

Com a entrevista com o Consulado agendada pelo NVC, o terceiro passo é agendar o Exame Médico com um médico autorizado no país onde a entrevista será conduzida. Após a realização do exame médico, o médico entregará ao beneficiário os resultados em envelope lacrado para que ele leve ao Consulado. O envelope selado não pode ser aberto.

Na entrevista com o Consulado, os pais beneficiários deverão apresentar os seguintes documentos:

  • a carta de agendamento enviada pelo NVC;
  • passaporte;
  • fotos em tamanho e estilo passaporte;
  • página de confirmação do DS-260;
  • documentos e comprovantes das informações prestadas.

Se aprovados na entrevista com o Consulado, os pais beneficiários receberão um visto de imigrante em seus passaportes para viajar aos Estados Unidos.

Observe que o cenário descrito é uma visão geral simplificada de uma petição de pais apresentada por um cidadão americano via Consulado. Se você tiver alguma dúvida sobre petições baseadas em parentesco, por favor, não hesite em me contatar enviando um e-mail para bsquires@drummondadvisors.com