CVM abre consulta pública referente a ampliação, participação e votação à distância em Assembleias de Acionistas

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) anunciou a abertura de consulta pública para revisar as normas das Assembleias de Acionistas. O objetivo principal é aprimorar os mecanismos de participação e votação à distância. A proposta ratifica a possibilidade de empresas realizarem assembleias em locais físicos que facilitem a participação online dos acionistas em tempo real durante os eventos.

Além disso, a CVM propõe ampliar as situações em que o boletim de voto à distância deve ser divulgado para todas as assembleias. A discussão também envolve a eventual dispensa da obrigatoriedade desse mecanismo em casos específicos, bem como o fluxo de transmissão das instruções de voto.

Imagem: Canva

O período para contribuições à consulta pública se estende até 24 de novembro. A reforma, segundo especialistas como João Pedro Nascimento, presidente da CVM, não apenas facilitará o processo de votação durante as assembleias, mas também promoverá uma participação efetiva dos acionistas à distância.

 Vale ressaltar que essa proposta foi desenvolvida após uma análise de impacto regulatório que combinou a experiência prática do Brasil com práticas internacionais, conforme explicado por Pedro Castelar, chefe de gabinete da presidência da CVM.


Leia também: https://drummondadvisors.com/2023/11/01/a-importancia-do-regimento-interno-para-o-home-office/

Rolar para cima
Pesquisar

Início