INPI publica Plano Estratégico para impulsionar a propriedade intelectual no Brasil

O Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) divulgou o seu Plano Estratégico para o período de 2023 a 2026. Essa iniciativa tem como objetivo fortalecer e aprimorar a proteção da propriedade intelectual no Brasil, promovendo a inovação, o desenvolvimento tecnológico e o crescimento econômico do país.

O Plano Estratégico do INPI para os próximos quatro anos foi desenvolvido com o objetivo de fortalecer a instituição como referência em propriedade intelectual, impulsionar a inovação e contribuir para o desenvolvimento econômico e social do Brasil. Com base em quatro pilares estratégicos, o plano busca melhorar a qualidade dos serviços prestados pelo INPI, modernizar os processos de registro e concessão de patentes, ampliar o acesso à informação e promover a cooperação nacional e internacional.

Melhoria da qualidade dos serviços

O INPI se compromete a investir em capacitação e qualificação de seus servidores, promovendo um atendimento mais eficiente e ágil. Além disso, serão implementadas medidas para reduzir a burocracia e simplificar os processos de registro de marcas, patentes e outros direitos de propriedade intelectual.

Imagem: Canva

Modernização dos processos

Com o avanço da tecnologia, o INPI reconhece a necessidade de modernizar seus sistemas e procedimentos. O plano prevê a implementação de novas ferramentas e plataformas digitais para agilizar e facilitar os processos de registro e análise de pedidos de propriedade intelectual. Isso inclui a criação de um portal único para acesso aos serviços do INPI, visando melhorar a experiência dos usuários.

Ampliação do acesso à informação

O INPI pretende investir na disseminação de informações sobre propriedade intelectual, proporcionando acesso facilitado a dados, estatísticas e conhecimentos técnicos. A ideia é estimular a pesquisa e o desenvolvimento de novas tecnologias, além de promover a cultura da propriedade intelectual no país.

Cooperação nacional e internacional

Para fortalecer a posição do Brasil no cenário global da propriedade intelectual, o INPI buscará estabelecer parcerias e promover a cooperação com instituições nacionais e internacionais. Isso inclui o compartilhamento de melhores práticas, intercâmbio de conhecimento e participação em fóruns e eventos relevantes.

Plano na íntegra em: https://lnkd.in/dcBCw5yx


Escrito por Marcos Ferreira, Assistente de Conteúdo da Drummond Advisors

Rolar para cima
Pesquisar