Alavancando um Negócio E-2 em um Green Card por EB-5

Por: Chris Costa

Muitos portadores de visto não-imigrante E-2 sentem que obter residência permanente por meio de sua empresa E-2 é inatingível devido ao valor de investimento muito maior necessário para uma petição direta de visto imigrante EB-5. Muitos portadores de visto não-imigrante E-2 ficam surpresos ao descobrir (1) que sua empresa E-2 está fazendo negócios principalmente em um TEA e pode se beneficiar do limite de investimento EB-5 mais baixo; ou (2) que o período de investimento do EB-5 não está limitado a um determinado período de tempo.

De acordo com a Lei de Reforma e Integridade EB-5 promulgada em 15 de março de 2022, o Departamento de Segurança Interna dos EUA (DHS) agora designará TEAs em vez de agências estaduais individuais, como tem sido a prática até o momento. Após a designação do TEA pelo DHS, se uma empresa E-2 for considerada principalmente fazendo negócios em um TEA, e tiver feito durante todo o período de investimento, o investidor E-2 poderá aproveitar do investimento EB- 5 mínimo de US $ 800.000.

Para satisfazer o investimento EB-5 mínimo de US$ 800.000 para empresas que fazem negócios principalmente em um TEA, um investidor E-2 pode se valer do investimento E-2 original mais quaisquer fundos adicionais investidos na empresa. De acordo com a regulamentação, investimentos de fundos adicionais podem incluir quaisquer reinvestimentos após impostos que poderiam ter sido alocados ao investidor E-2 como dividendos ou lucros. Portanto, os fundos gerados pela empresa E-2 e reinvestidos no negócio pelo investidor E-2 para fins de compra de equipamentos ou estoque, contratação adicional, campanhas de marketing e expansão dos negócios contam para um investimento EB-5.

Os investidores E-2 devem analisar se (1) a empresa E-2 está principalmente fazendo negócios em um TEA; e (2) se seus investimentos na empresa E-2 ao longo de sua vida se qualificam para a qualificação de investimento EB-5 do ponto de vista contábil e legal. As empresas E-2 que empregam ou poderão em breve empregar pelo menos 10 trabalhadores em tempo integral podem se qualificar como empresas EB-5, desde que os requisitos de investimento sejam atendidos.

Para uma consulta sobre como alavancar uma empresa E-2 para um Green Card EB-5, entre em contato com a Drummond Advisors.