Mitos e Verdades sobre imigração para os Estados Unidos

“Quero ir para os Estados Unidos com visto de estudante: terei autorização para trabalhar?”

“Posso morar até 6 meses nos EUA com um visto de turista?”

É muito comum que dúvidas como essas surjam quando alguém está planejando se mudar para os Estados Unidos. Nessa fase, as pessoas costumam buscar informações na internet ou com amigos e conhecidos, mas nem sempre essas são as fontes informativas mais precisas e confiáveis, uma vez que “cada caso é um caso” dentro do processo imigratório.

Pensando nisso, a equipe de advogados de imigração da Drummond Advisors reuniu alguns MITOS E VERDADES para uma série especial sobre o assunto.

Confira a seguir:

Para entrar nos EUA, meu visto tem que ter validade de pelo menos 6 meses além da data de entrada.

MITO!

O visto deve estar válido quando você for entrar nos EUA. O oficial do CBP (aquele guichê que passamos no aeroporto que é o órgão responsável por autorizar ou não a admissão de pessoas nos EUA) avaliará se o propósito da sua entrada corresponde ao que é permitido pelo seu visto válido e perguntará por quanto tempo você ficará no país (é possível que peça para ver a passagem de volta e reserva de hotel). Turistas são autorizados a ficar nos EUA por até 6 meses, podendo a estadia se estender após o vencimento do visto estampado no passaporte. Todavia, é importante saber que o oficial do CBP pode sempre autorizar uma estadia de menos de 6 meses. Um período reduzido de estadia poderá estar relacionado ao vencimento do visto ou passaporte ou a um período condizente com a intenção da viagem.

Isso porque visto é um documento necessário para admissão nos EUA, mas a autorização de quantos dias você pode permanecer no país é dada pelo oficial do CBP por meio do carimbo com uma data no passaporte e do registro dessa data no sistema I-94 online. Sempre recomendável acessar o I-94 online como comprovante de autorização de estadia.

Vamos a um exemplo: seu visto de turista vence em 1º de agosto de 2022 e você pretende entrar nos EUA dia 20 de julho de 2022 para ficar 15 dias em Orlando visitando os parques da Disney. Tem passagem de volta marcada para 3 de agosto de 2022 (portanto, 2 dias após seu visto vencer), reserva em hotel e tudo o mais. O Oficial do CBP pode autorizar que você fique até 3 de agosto, carimbando seu passaporte com essa data, de forma que você terá autorização de estadia até a data do carimbo.

Lembrando que o oficial do CBP SEMPRE pode negar sua entrada, mesmo com visto válido, se ele entender que o propósito da sua visita não condiz com o que seu visto autoriza.

Com meu visto de turista eu posso morar nos EUA por até 6 meses e meus filhos podem estudar em escola pública.

MITO!

De forma alguma! Cada visto é concedido para um determinado propósito e o visto de turismo (B2) é concedido para quem deseja ingressar nos EUA com fins turísticos de curta duração, para conhecer o país, visitar amigos e familiares que moram lá. O visto B2 tem validade máxima de 10 anos e tempo de permanência máximo de 180 dias, MAS quem vai determinar de fato quanto tempo você poderá permanecer nos EUA é o oficial do CBP quando você entrar no país e de acordo com o que você pretende fazer nos EUA. Definitivamente MORAR não é autorizado por essa categoria de visto. Se não pode morar, então seus filhos não deveriam estudar nos EUA com status B2!

Note que nenhuma escola pública nos EUA pode negar estudos a uma criança, então você conseguirá provavelmente matricular seus filhos, mas isso não quer dizer que do ponto de vista imigratório você está autorizado, então pode sim ter consequências indesejadas se você seguir por esse caminho.

Então, se sua intenção é morar e colocar seus filhos em uma escola americana, deve aplicar para um visto que permita isso! Caso precise de suporte, nossa equipe de vistos poderá assessorar você.

Se eu estiver morando nos EUA com visto de estudante, posso trabalhar.

VERDADE!

PORÉM, não é tão simples assim. O visto de estudante PODE autorizar trabalho relacionado ao curso, mas isso dependerá do tipo de curso e da autorização da Instituição de Ensino e da Imigração. Então, não é porque você tem visto de estudante que pode aceitar imediatamente uma oferta de emprego, principalmente como freelancer!

Certos cursos acadêmicos, não incluindo estudos de idiomas, autorizam trabalho relacionado ao estudo, mas em condições bem determinadas e muitas vezes será necessário que você obtenha o EAD, que é a autorização de trabalho concedida pela USCIS (órgão de imigração americana). De qualquer forma, QUALQUER atividade laboral deverá ser autorizada pela Instituição de Ensino expressamente antes de tudo.

E lembrando que se você tiver uma empresa aberta nos EUA, mas não tiver empregados registrados, haverá a presunção de que quem está desempenhando as atividades da empresa e gerando os recursos financeiros distribuídos é você! Então, fique atento, ok?

Se eu for aprovado pelo Global Entry não precisarei mais me preocupar com renovação de visto para os EUA!

MITO!

O Global Entry é um programa de agilidade na admissão de estrangeiros aos EUA, ele só serve para quem costuma viajar bastante aos EUA e não quer perder muito tempo nas filas para ser admitido no país. Com o Global Entry o viajante fará sua admissão aos EUA eletronicamente através de totens localizados na área de admissão, mas DEVE ter visto válido e condizente com o motivo da viagem. Então, quando for entrar nos EUA, você deve SEMPRE ter um visto VÁLIDO e ADEQUADO à sua entrada. Além disso, os oficiais do CBP sempre poderão solicitar uma segunda inspeção (na famosa “salinha”) para verificar documentos e negar a admissão, mesmo para os participantes do Global Entry, se eles entenderem que há qualquer indício de irregularidade na intenção da entrada no país.

Acompanhe nosso blog para não perder nenhum conteúdo da série especial sobre imigração!

[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]