Principais considerações sobre imigração ao abrir um novo mercado

Ao abrir um negócio em um novo mercado, há muitas coisas para se considerar. Quando você está especificamente esperando abrir seus negócios nos Estados Unidos, há aspectos legais que entram em jogo. Uma das melhores dicas que podemos dar para todas as empresas é estar preparado para o tempo e os esforços necessários não só para garantir seu visto, mas para abrir seu negócio nos EUA com sucesso.

Seu planejamento imigratório para o seu negócio não pode ser uma reflexão posterior – ele precisa ser considerado antes que qualquer outro aspecto relacionado ao seu negócioseja feito.

Mapeie sua jornada de expansão

Ao mapear a jornada de expansão de um negócio, é importante considerar que diferentes empresas terão jornadas diferentes para obter a aprovação do visto. Isso afetará a capacidade de transferir a chave gerencial ou executiva pessoal e iniciar operações de negócios nos Estados Unidos. Uma empresa nova nos EUA deve apresentar um prospecto detalhado de sua operação na forma de um plano de negócios de cinco anos detalhando tanto a operação estrangeira, quanto a operação nos EUA, planos de contratação, planos de expansão e receita projetada.

Empresas com maiores operações estrangeiras normalmente têm uma facilidade maior no processo todo. Eles provavelmente têm maior capital, papéis e hierarquias mais claramente definidos, além de mais experiência como empresa. Empresas estrangeiras menores podem ter um pouco mais de dificuldades no processo de visto, estas empresas provavelmente terão que planejar mais, envolvendo seus fundadores e CEOs mais profundamente no processo. Essencialmente, elas têm mais desafio para provar a viabilidade da sua nova operação nos EUA, isto é, para estabelecer que em breve sustentará uma certa hierarquia gerencial ou executiva. De qualquer forma, um dos melhores lugares para começar é com a preparação.

Para empresas estrangeiras abrirem um escritório nos EUA requer considerações imigratórias, as quais impactarão as operações comerciais e futuras contratações nacionais estrangeiras. Isso inclui a preparação e análise de documentos, planos, registros e contratos. Muitas empresas fazem todo o trabalho pesado para deixar seus negócios prontos para expansão em um novo mercado, mas não se preparam adequadamente para o tempo e detalhes necessários para realmente solicitar um visto. Sugerimos que as empresas aproveitem o tempo para se preparar para a expansão dos negócios e estabelecer uma fundação com as autoridades de imigração.

É importante considerar que diferentes empresas terão jornadas diferentes para obter a aprovação do visto

Tipo de Visto

O tipo de visto que você solicita depende dos tipos de funcionários que você planeja enviar. Para a maioria das empresas, inicialmente transferindo executivos e gerentes de operações estrangeiras para a operação nos EUA, o visto L-1 seria o mais aplicável. Outra opção pode ser o visto E-2, que só se aplica as empresas e indivíduos de determinadas nacionalidades e se concentra no valor do investimento em vez da estrutura organizacional. De qualquer forma, o processo de solicitação de visto e obtenção de aprovação pode levar meses.

Prepare-se para alguns contratempos que possam surgir ao longo do caminho. Inicialmente, tanto o visto L-1 quanto o E-2 exigirão um plano de negócios de cinco anos e uma prova de finanças. Esta etapa inicial também exige que você tenha papéis mais claramente definidos no lugar. Quem vai gerenciar o escritório dos EUA? Como será a estrutura organizacional? As empresas precisarão começar a pensar no pessoal da nova filial e projetar planos para seus primeiros cinco anos no início.

Tempo de Visto

Uma das coisas mais importantes que você precisa considerar é o tempo – o tempo que leva para solicitar o seu visto, e o tempo que leva para mantê-lo. Um dos maiores erros que vemos são as empresas que pulam de cabeça para o processo, sem considerar os esforços e o tempo necessários. Aproveite para trabalhar todos os detalhes que serão necessários na sua viagem de visto. No caso de vistos L-1 para novos escritórios nos EUA, uma consideração importante é que esses vistos são válidos inicialmente por um ano e a renovação está condicionada ao desenvolvimento da operação nos EUA ao ponto de ter uma hierarquia organizacional capaz de apoiar o papel gerencial ou executivo de um beneficiário de visto.

Os vistos E-2 podem ser emitidos por um período mais longo inicialmente, no entanto, a renovação do visto estará condicionada a rentabilidade do negócio nos EUA. Pense no período inicial de validade do visto como um ano de teste para o seu negócio. Neste primeiro ano, você precisa fazer tudo ao seu alcance para manter seu visto. Isso significa contratar uma equipe nos EUA, aumentar seu negócio e lucro, e mostrar o benefício do seu negócio para a economia dos EUA.

Quando você está procurando dar o próximo passo para abrir seu negócio nos EUA. Não vá sozinho. Utilize todos os recursos dentro e fora do seu negócio que podem ser oferecidos a você. Recomendamos utilizar um profissional para ajudar no seu pedido de visto. O processo de visto dos EUA é incrivelmente detalhado e a maioria das empresas que tentam fazê-lo por conta própria acabam perdendo elementos-chave que podem ter contratempos e consequências devastadoras.

Tenha recursos e um parceiro que saiba discernir o que é necessário para agilizar o processo e oferecer todo suporte necessário durante o processo de visto. UnniCo e Drummond Advisors estão aqui para ajudar. Visite a página da UnniCo Cross-Border para obter mais informações sobre como levar seu negócio a um novo mercado. Em seguida, visite a página da Drummond Legal Services para saber mais sobre como eles podem ajudar com os pedidos de visto.


Escrito por Danila Palmieri e Chris Costa

[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]