Regularize seus recursos no exterior: saiba mais sobre o FATCA

Engana-se quem pensa que manter recursos no exterior sem prestação de contas ao fisco brasileiro e estrangeiro não terá consequências.

Com o intercâmbio automático de informação entre governos — como o que acontece entre Brasil e Estados Unidos (leia abaixo) — cresce o número de brasileiros que estão tendo dores de cabeça por causa de suas contas bancárias internacionais, fundos de investimentos e outros ativos fora do território brasileiro.

De acordo com matéria publicada pelo Valor Econômico, em setembro de 2018 foram levantadas inúmeras irregularidades em recursos de brasileiros no exterior.

É preciso prestar contas de recursos e investimentos no exterior.


FATCA

Desde 2010 está em vigor o Foreign Account Tax Compliance Act (FACTA), acordo entre os Estados Unidos e mais de 80 países que prevê a obrigatoriedade de instituições financeiras desses países trocarem automaticamente as informações sobre correntistas que são residentes fiscais americanos.

Você sabia que você pode ser residente fiscal americano e não saber? Clique aqui e entenda melhor.

O Brasil aderiu ao programa em 2014, e desde então é preciso ter atenção especial com rendas conectadas Brasil-Estados Unidos.

Por isso, para afastar problemas, se este for o seu caso, é importante fazer um planejamento tributário cuidadoso com um Certified Public Account (CPA), profissional especializado em contabilidade e legislação tributária certificado pelo governo norte-americano.

Um CPA poderá lhe orientar quanto às melhores opções para manter recursos nos Estados Unidos e movimentá-los sem problemas, bem como auxiliar você a ficar em dia com ambos os fiscos.

Lembrando que não prestar informações ou fazê-lo de forma incompleta ou incorreta pode acarretar multas severas e mais dores de cabeça.

[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]